“Monteiro Lobato – o grande inquieto”, um homem à frente do seu tempo.

Livro póstumo de Oswaldo Barbosa Guisard, organizado por Osni Lourenço Cruz.

Na trilha de Lobato - O grande inquietoJá se falou muito sobre Monteiro Lobato, muitas biografias e controvérsias que acabaram mostrando um escritor polemista, como se apenas isso fora. No entanto, Lobato foi um homem inquieto que não pode ser entendido por uma única perspectiva.

Agora, essa inquietude pode ser compreendida na mais recente publicação sobre o criador da literatura infantil brasileira, o livro “Na trilha de Lobato – O grande inquieto”, publicado pela Semeador de Livros, uma obra póstuma cujo original ficou guardado por mais de 40 anos, como se estivesse esperando alguém com o mesmo desejo obstinado do seu autor de revelar a real grandeza de Monteiro Lobato.

Escrito pelo jornalista Oswaldo Barbosa Guisard, amigo do autor do “Sitio do Picapau Amarelo” e um dos fundadores da Semana Monteiro Lobato, a qual presidiu com grande dedicação até a sua morte em 1984, este livro só foi publicado graças a um encontro improvável que fez os originais chegarem às mãos de Osni Lourenço Cruz, professor taubateano que pesquisa e escreve livros sobre Lobato há mais de 30 anos.

Quantas coincidências ou acasos podem acontecer entre duas pessoas de épocas diferentes que nunca se conheceram e que apenas têm em comum o fato de dedicarem parte de suas vidas à pesquisa e à divulgação da história de Monteiro Lobato?

No caso deles, várias coincidências marcaram a história desse livro cuja existência não se sabia até ser entregue, em 2019, ao professor Osni pelo neto de um grande amigo de Oswaldo. E Osni soube enriquecer essa obra com seu vasto conhecimento e acervo de fotos e documentos sobre a vida de Lobato.

E que livro! Que histórias! Oswaldo percorre a vida do escritor em 24 capítulos afetuosos, nos quais apresenta facetas pouco conhecidas de Lobato, fatos da vida cotidiana, seus mestres, sua atuação como promotor público e fazendeiro, suas ideias e lutas pela modernização do país e a opinião dos amigos. Além disso, Oswaldo revela suas batalhas para manter viva anualmente a Semana Monteiro Lobato em Taubaté, e com isso zelar e perpetuar a história do criador do “Jeca Tatu”.

É uma obra que nos leva a conhecer mais que um escritor e intelectual, mas também o homem simples de raízes regionalistas, as relações de amizade, as habilidades como pintor, marceneiro, empreendedor e, principalmente, sua vocação patriótica.

É um prazer ler a história do início da amizade entre Lobato e o marceneiro que foi comprar um livro para o filho doente, ou os divertidos causos de dona Engrácia sobre a vida de Lobato em Areias, entre tantos outros registros inéditos da trajetória do escritor.

O livro é prefaciado pelo professor aposentado do Departamento de História da USP e coordenador do Núcleo de Estudos em História Oral da USP, José Carlos Sebe Bom Meihy, que ratifica a importância desta obra para a valorização do brasileiro Monteiro Lobato.

É um livro interessante e gostoso de ler, muito bem ilustrado e documentado, que nos faz compreender Lobato como um homem à frente do seu tempo, talvez até do nosso tempo.

O organizador, Osni Lourenço Cruz, fez uma tiragem limitada a 50 exemplares, por isso, para quem tiver interesse em adquirir esta obra, é só entrar em contato com ele pelo whatsapp (12) 98898-7394 ou veja no Instagram – @osnilourencocruz.

Adquira do autor na Amazon

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *