Memórias de Joaquim Pimenta Galo Abreu

joaquim-galoExiste algo de libertador quando escrevemos nossas memórias.

A vida se desenrola no dia a dia, em meio a fatos e pessoas que passam rapidamente diante de tantas preocupações. Por isso, enquanto estamos no redemoinho das  rotinas, não temos dimensão da beleza de nossas experiências e das pessoas com quem convivemos. No entanto, quando colocamos a lente das lembranças sobre nossa trajetória, vamos compreendendo os significados dos fatos, das pessoas e da própria vida.

Ao revirarmos os recantos mais distantes da mente, começam a emergir histórias ricas de lutas, alegrias, tristezas, determinação e companheirismo que nos fazem ver que tudo valeu a pena.

E valeu para Joaquim Pimenta Galo Abreu contar sua história. No livro Encantadores do tempo, do Grupo Literário Elena Libório, ele nos conta a travessia do Bojador que seus pais empreenderam para começar uma vida além-mar, no Brasil, com sua grande e unida família. São personagens pelos quais vamos criando afeição e admiração.  É uma história alegre e comovente que dá voltas até Joaquim buscar na terra natal outras aventuras, agora levando na bagagem a certeza de que tudo valeu a pena e que continuará valendo.

Clique aqui e leia o texto.

 

1 comentário em “Memórias de Joaquim Pimenta Galo Abreu

  • Lindo o texto do escritor Joaquim Pimenta Galo Abreu,
    Retratos do Passado. Fiz uma deliciosa viagem através do texto do Joaquim. Saí de Vila de Leiria em Portugal e voltei para a mesma com várias escalas deliciosas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *